Novos cultivares de pêssego, ameixa e nectarina estão disponíveis para SC

Pêssego Fortunato se destaca pela alta produtividade (Fotos: EEUr/Epagri)

Três cultivares de pêssego, um de nectarina e um de ameixa foram registrados recentemente pela Estação Experimental da Epagri de Urussanga e já estão disponíveis para os fruticultores do Estado. O pêssego SCS419 Mondardo é o cultivar mais precoce disponível no mercado – a maturação inicia na segunda quinzena de outubro e se estende até o fim do mês. Ele apresenta polpa branca, baixa acidez, sabor agradável e bom tamanho de fruto.

O cultivar SCS423 Bonora também tem maturação precoce, 15 dias após o Mondardo. “Ele se destaca pela regularidade de produção e pela alta produtividade para a época de maturação dos frutos. É recomendado para as regiões Sul, Alto Vale, Oeste e Extremo Oeste e tem boa resistência à bacteriose e ao cancro dos ramos”, explica o pesquisador Emilio Della Bruna.

O terceiro cultivar de pêssego é o SCS424 Fortunato, que foi avaliado em pomares do Sul do Estado e se destacou pela produtividade (25t/ha), pelo tamanho do fruto (120g) e pela precocidade da produção. Com polpa branca e baixa acidez, ele tem ótima aceitação no mercado.

A maturação precoce, que ocorre entre 20 de outubro e 10 de novembro, é uma das vantagens da nectarina SCS418 Julema. Alta produtividade, regularidade de produção e frutos de boa aparência são destaques desse cultivar, que pode ser plantado no Sul, no Alto Vale e no Oeste.

Ameixeira Oeste produz cerca de 25t/ha

Como o próprio nome diz, a ameixeira SCS428 Oeste é indicada para plantio na região Oeste do Estado. Os frutos são grandes, com película avermelhada, polpa doce, baixa acidez e sabor agradável. O cultivar tem baixa resistência à escaldadura das folhas e produz cerca de 25t/ha.

Para ter mais informações e obter mudas dos lançamentos, escreva para eeur@epagri.sc.gov.br.

(Publicado em Vol. 29, nº2, mai./ago. 2016)